Categorias
Bits + StrongBrands

Bits + StrongBrands cria branding mundial para a ARCA Mobility as a Service

Bits + StrongBrands desenvolve projeto de branding global para a ARCA. Conceito desenvolvido dentro do Campus da CRIA, centro de inovação apoiado pela NASA e Embry-Riddle Aeronautical University, entre outros.

O conceito ARCA “mobility as a service” fará parte das marcas mais presentes na mente dos consumidores muito em breve. Com alcance global, o projeto ARCA está sendo desenvolvido dentro de uma ambiente de inovação e aceleração tecnológica.

A agência curitibana Bits + StrongBrands se sente orgulhosa em fazer parte desse futuro case global e por ter desenvolvido todo o projeto de branding + nova comunicação.

Registro no ‘Brands of the World’: www.brandsoftheworld.com/logo/arca-mobility-as-a-service

Para a história do branding brasileiro.
Bits + StrongBrands cria branding mundial para a ARCA Mobility as a Service
Bits + StrongBrands cria branding mundial para a ARCA Mobility as a Service
Bits + StrongBrands cria branding mundial para a ARCA Mobility as a Service
Bits + StrongBrands cria branding mundial para a ARCA Mobility as a Service
Bits + StrongBrands cria branding mundial para a ARCA Mobility as a Service
Bits + StrongBrands cria branding mundial para a ARCA Mobility as a Service
Categorias
Bits + StrongBrands

Curta o playlist da irreverente agência Bits + StrongBrands Sul

Entre no clima criativo da irreverente agência sulista que está conquistando o Brasil. Utiliza o Apple Music? Se sim, curta:

music.apple.com/br/playlist/calm/pl.u-3YAehqN9L6A?l

Agência Bits + StrongBrands no site do Apple Music.
Agência Bits + StrongBrands no site do Apple Music.
Categorias
Propaganda

A minneapolização da publicidade do Sul

As grandes agências e as agências grandes de Curitiba e Porto Alegre, já atingiram um nível criativo, empresarial com presença nacional e internacional.

Curitiba e Porto Alegre formam o novo eixo da comunicação.
Curitiba e Porto Alegre formam o novo eixo da comunicação.

Com o irracional e inflado custo SP, muitas grandes marcas já transferiram suas contas para agências do Sul e vemos todos os dias grandes produções nas telinhas de todo o Brasil feitas fora do antigo eixo. Mesmo nível mas com valor de produção mais baixo.

A massa cinzenta da publicidade brasileira que antes ia para a aquela São Paulo que não existe mais agora produz nos seus próprios centros.

Vários grandes comerciais de lançamentos automobilísticos, cosméticos, moda, institucionais de grandes grupos são produzidos totalmente no Sul.

O diretor de marketing da sua empresa não precisa mais vestir “paletó” para ligar para São Paulo. hehehe

Categorias
Propaganda

Quando o cliente sustenta uma estrutura redundante

Já temos agências de “propaganda” com mais 100 anos e muita história de talento e pioneirismo. Desde lá, criou-se uma cultura de que quanto maior a equipe maior a capacidade de produção/atendimento.

Um recente estudo, levando em consideração tecnologia, trânsito, bolha cultural, grau de complicação organizacional, interação pessoal e equipe com conteúdo real + estudo/atualização com regularidade, chegou a um gráfico estilo “molecular” provando que um job leva muito mais tempo para ser criado/veiculado numa agência com estrutura grande do que numa com fluxo otimizado.

Chega a ser na casa de 200 a 300% mais tempo perdido pelas marcas na lentidão de reação ao mercado devido a redundância das agências arcaicas.

O custo operacional de manter uma equipe inteira à disposição (caso precise mas sempre cobrada) e suas salas repletas de gente entrando e saindo de reuniões, grupos do café, horas ociosas e rituais repetitivos de modinhas do momento tira poder de promoção de vendas e investimento real nos canais de comunicação. É incrível como “empresas supostamente brilhantes” bancam estruturas redundantes apenas pela “segurança” de contratar uma agência “conceituada” no mercado de “outrora” (desculpe a piada).

Lembra da estrutura molecular que comentei acima? Imagine uma com 10 átomos inteligentes e com cultura acima da média treinada pelo setor e que já interage praticamente por osmose. Cada átomo devidamente equipado com um Mac poderoso, um tablet e um smartphone, que juntos, transferem informação instantaneamente sem a necessidade de nenhuma reunião, ritual arcaico ou modinha do momento. Quando é necessário a contratação de uma área em específico que está fora da molécula, é solicitado o serviço de um profissional focado no assunto e apenas enquanto for necessário.

Não use “agências consagradas” para justificar a sua falta de ousadia em fazer um teste com as novas agências e constatar que desperdiçou milhões que poderiam ter promovido sua marca de maneira correta.

Só para não perdermos a oportunidade de nos exibirmos, no período entre outubro 2019 e março de 2020, a agência Bits + StrongBrands venceu 7grandes agências consagradas” e já administra 3 das 10 marcas mais lembradas em seus respectivos mercados. Pronto. Passou.

Categorias
Arimathéia Otto

Ser boiada ou vaqueiro?

Sua marca e/ou agência é daquelas que segue todas as “tendências” atuais e repete tudo o que é esperável sem gerar nenhum conceito novo ou que fique presente na mente do consumidor?

Não se assuste com isso. Assuste-se em pensar como esse tipo de profissional vem sendo formado para atuar dessa maneira. Aí sim está o foco do problema: uma geração criada para seguir o rebanho e se anexar ao grupo preestabelecido mais próximo.

É o conforto de não precisar ser vaqueiro e desafiar ou criar novos conceitos.

Venha dar uma chicotada nessa primeira geração a gerar um trilhão de dólares de PIB negativo.

Categorias
Arimathéia Otto

Comendo as bordas da pizza de SP

Apesar de apostarmos mais no sul (linguagem + universo de crenças), criamos e produzimos ações para cada vez mais marcas dos antigos “centros da propaganda”. Lembro dos antigos comentando como era “chic” ser atendido por uma agência de lá.

Com operações iniciando cedo (ou nem interrompendo) e fazendo uso das vantagens urbanísticas e tecnológicas de uma smart city mundialmente reconhecida, é fácil comer as bordas da pizza de SP e suprir as necessidades de rápidas ações e postagens que o consumidor atual exige.

Tempo é dinheiro e marcas precisam ficar gravadas na mente.

Categorias
Digital

Ou o site morreu ou precisa ser mobile

Parece óbvio mas a grande maioria dos sites ainda ignora o acesso mobile e o protocolo de segurança HTTPS. Os navegadores mais populares passarão a considerar sites sem SSL como inseguros.

Categorias
Arimathéia Otto

Agência dinossauro e agência patinete

Agência dinossauro e agência patinete.
Agência do ‘samba do approach”.

É perfeitamente normal tanto agências “clássicas” tentando parecer digitais quanto agências “patinete” seguindo o primeiro modismo mercadológico que apareça confundindo técnicas e impactando o investimento dos anunciantes numa fase de transição do mercado da comunicação.

Infelizmente, o profissional médio cai na conversa.